domingo, 21 de dezembro de 2014

Twilight and Stars




Silêncio e Tempestades



Fast Poetry
(escrito em uma manhã amena de sexta-feira)




AFETOS SUTIS E DESTEMIDOS,
TÃO GRANDES QUE NÃO ESTÃO NA SUPERFÍCIE

PAIXÃO TÃO DELICADA E TEIMOSA QUE CADA PALAVRA É UM BEIJO SINCERO
E CADA BEIJO É UM POEMA NÃO ESCRITO

ENCANTAMENTO TÃO PURO QUE CADA HESITAÇÃO É UMA DECLARAÇÃO

E O AMOR É O SILÊNCIO DAS TEMPESTADES

sábado, 6 de dezembro de 2014

Status: Observando - Crítica



Escrever sobre algo que é fruto de paixão amadora(no melhor sentido da palavra) é sempre difícil. É fácil apontar erros e problemas característicos de um primeiro trabalho e realmente eles existem aqui (e não vou deter-me a analisá-los), mas para mim este curta é uma peça de aprendizado. Uma demonstração de jovens lutando com suas limitações e as do meio e fazendo sempre o melhor possível. 

Sim, às vezes há uma certa crueza própria dos iniciantes, mas também há a paixão e entrega que de alguma forma vazam para o resultado. Foi assim que tentei assistir a este curta. Apreciando os erros e os enganos. Aí pude perceber a atuação apaixonada do protagonista. Um ou outro corte inventivo, a busca por colocar sentimentos sinceros nas imagens.

No final o resultado é eficiente dentro do que se propõe. Eu sempre tendo a ver mais e embora a principio pareça uma história de amor, na verdade soou como algo bem mais sombrio. Um conto perturbador sobre obsessão. Está aí algo que eu gostaria de ver explorado mais: esta história como um thriller. Mas os realizadores, como todo seu ímpeto e inexperiência alcançaram um resultado interessante.  

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Status: Observando - O Curta


Publicação by Cristina Kino.

Escrever sobre algo que é fruto de paixão amadora(no melhor sentido da palavra) é sempre difícil. É fácil apontar erros e problemas característicos de um primeiro trabalho e realmente eles existem aqui (e não deter-me a analisá-los), mas para mim este curta é uma peça de aprendizado. Uma demostração de jovens lutando com suas limitações e as do meio e fazendo sempre o melhor possível. 

Sim, às vezes há uma certa crueza própria dos iniciantes, mas também há a paixão e entrega que de alguma forma vazam para o resultado. Foi assim que tentei assistir a este curta. Apreciando os erros e os enganos. Aí pude perceber a atuação apaixonada do protagonista. Um ou outro corte inventivo, a busca por colocar sentimentos sinceros nas imagens.

No final o resultado é eficiente dentro do que se propõe. Eu sempre tendo a ver mais e embora a principio pareça uma história de amor, na verdade soou como algo bem mais sombrio. Um conto perturbador sobre obsessão. Está aí algo que eu gostaria de ver explorado mais: esta história como um thriller. Mas os realizadores, como todo seu impeto e inexperiência alcançaram um resultado interessante.  

Os diretores